Quais os riscos de hérnia umbilical na gravidez?

Estou grávida e estou com hérnia umbilical?

A presença da hérnia umbilical não atrapalha em nada a gestação ou o desenvolvimento do bebê, não sendo necessário nenhum tratamento durante a gravidez. O ideal é aguardar alguns meses após o parto, para realizar a correção cirúrgica.

Pode fazer cirurgia de hérnia umbilical estando grávida?

Então, nesse sentido, se puder ser evitado, não deve ser operado, principalmente nos primeiros 3, 4 meses da gestação, porque eventualmente vai se fazer a anestesia, pode ter queda de pressão com perda do feto.
Em cache

É perigoso hérnia na gravidez?

A hérnia inguinal é perigosa na gravidez porque há um risco maior de aumento ou de estrangulamento da hérnia. Durante a gestação, o crescimento da barriga produz uma elevação da pressão intra-abdominal.
Em cache

Quem tem hérnia no umbigo pode ter parto normal?

Que tem hérnia umbilical pode engravidar? Sim, quem tem hérnia umbilical pode engravidar, pois não oferece risco para mãe ou bebê. Desde que a hérnia no umbigo não seja muito grande ou não provoque muita dor, até é possível realizar parto normal.
Em cache

Como tratar hérnia umbilical na gravidez?

Para tratar a hérnia de umbigo é necessária uma cirurgia chamada de herniorrafia, que consiste num pequeno corte na área afetada. Com isso, o órgão deslocado é devolvido ao seu espaço inicial e a parede abdominal é costurada.

Quando devo me preocupar com hérnia umbilical?

Se não ocorrer o encerramento até aos 3 anos de idade, se ocorrer dor, se a hérnia ultrapassar os 1,5cm de diâmetro ou existir o risco de encarceramento ou estrangulamento, então deve ser considerado o tratamento cirúrgico.

O que fazer para aliviar dor de hérnia umbilical na gravidez?

Não existe qualquer tipo de tratamento médico que permita “curar” a hérnia umbilical. A única opção possível é realizar tratamento cirúrgico.

O que acontece se não operar a hérnia umbilical?

Assim como as demais hérnias abdominais, corre risco de complicações, como o encarceramento e/ou estrangulamento, que podem exigir cirurgia de emergência para o tratamento.

O que pode piorar a hérnia?

Qualquer esforço que aumenta a pressão no abdômen pode causar ou agravar casos de dor nas hérnias da parede abdominal, o ideal é evitar atividades que envolvam levantar peso, seja no trabalho, em casa ou na academia”, explica Claus. Casos de tosse excessiva ou esforço para evacuar também podem provocar dor.

O que pode acontecer se a hérnia umbilical estourar?

As hérnias da parede abdominal não “estouram”. As complicações que podem ocorrer são chamadas de estrangulamento e encarceramento, que se não tratadas, evoluem para casos graves com risco de causar morte de um paciente.

O que não pode fazer quando tem hérnia umbilical?

“O ideal é sempre evitar movimentos que provoquem aumento da pressão intra-abdominal, como levantar peso, por exemplo. A dor deve ser um sinal de alerta ao praticar atividades físicas permitidas, como tênis e natação, em caso de sintomas é necessário parar a atividade imediatamente”, explica.

Quando devo me preocupar com a hérnia?

Portanto, se você perceber sintomas como um pequeno inchaço na parede abdominal ou o aumento de volume na região da virilha ou do testículo, é muito importante procurar um médico e realizar o tratamento conforme indicado, para que não ocorram complicações maiores.

Como saber se a hérnia umbilical está crescendo?

A hérnia umbilical pode ser facilmente diagnosticada quando o abaulamento está visível na região do umbigo. Em geral, esses nódulos são pequenos e não ultrapassam os 2,5 centímetros. O médico pode apalpar a região para verificar o tamanho e forma da hérnia, confirmando a presença da alteração.

Como saber se a hérnia umbilical estourou?

Nesses casos o paciente apresenta dor intensa, inchaço pronunciado, náuseas, vômito e interrupção ou dificuldade para eliminar fezes e gases. ⚠ Se sentir-se assim, procure um pronto atendimento.

Como saber se a hérnia está prestes a estourar?

Sintomas da hérnia estrangulada

  1. dor repentina, que pode rapidamente se tornar insuportável;
  2. febre;
  3. fadiga geral;
  4. inflamação e alterações de cor na pele perto da hérnia;
  5. sensação de queimação ao redor da hérnia;
  6. náusea;
  7. vômito;
  8. constipação grave ou incapacidade de evacuar;

O que não pode fazer quando se tem hérnia umbilical?

“O que deve ser evitado é dirigir de 3 a 5 dias após a cirurgia, entrar no mar ou piscina após a cicatrização completa ou ficar exposto ao sol”, explica o diretor da SBH, Dr. Gustavo Soares.

É perigoso uma cirurgia de hérnia umbilical?

As cirurgias de emergência estão relacionadas às complicações, segundo Gustavo Soares. “É o encarceramento e o estrangulamento da hérnia, sendo o segundo o mais perigoso podendo causar gangrena e até levar à morte”, alertou.

Qual o tamanho de uma hérnia umbilical para operar?

Hérnias umbilicais pequenas, menores que 1,5 cm geralmente não causam complicações. Entretanto, hérnias maiores (até 2 cm) podem causar estrangulamento do conteúdo herniário. E lembrando, o estrangulamento é uma emergência cirurgia, ou seja, requer a realização de uma cirurgia de forma imediata.

Similar Posts