Quais os métodos Fenomenológicos de Husserl?

Quais são os métodos Fenomenológicos de Husserl?

O método fenomenológico foi proposto pelo filósofo alemão Edmund Husserl, como uma crítica ao método indutivo e ao método dedutivo. A crítica de Husserl se estendia também ao método experimental, já que, para o filósofo, a instabilidade dos dados empíricos não fornecem o rigor necessário para a investigação filosófica.

Quais são os métodos Fenomenologicos?

O método fenomenológico se define como uma volta às coisas mesmas, isto é, aos fenómenos, aquilo que aparece à consciência, que se dá como objecto intencional. Seu objectivo é chegar à intuição das essências, isto é, ao conteúdo inteligível e ideal dos fenómenos, captado de forma imediata.

Quais são os três tipos de fenomenologia?

Temos, basicamente, três tipos de Fenomenologia: * 1) Fenomenologia Transcendental de Husserl; * 2) Fenomenologia Existencial de Jean Paul Sartre (1905-1980), e Maurice Merleau Ponty (1908-1961); * 3) Fenomenologia Hermenêutica de Martin Heidegger (1889-1976), Hans Georg Gadamer (n.

O que são fenômenos para Edmund Husserl Cite um exemplo?

Os fenômenos são entendidos pela representação que a consciência faz do mundo. O entendimento deve ser entendido sempre como "consciência de algo". Com isso, o autor nega a ideia tradicional da consciência como uma qualidade humana, vazia, que pode ser preenchida com algo. Toda a consciência é consciência de algo.
Em cache

O que é um método fenomenológico?

A fenomenologia, como método, é um caminho ou atitude do pesquisador para acessar os a essência das coisas. Tal abordagem aponta para a exploração do que é dado no momento da experiência visando captar a sua essência.

Quais os principais conceitos de Husserl?

Husserl afirma que a atitude natural, não-fenomenológica, faz o homem olhar o mundo de maneira ingênua como mundo dos objetos. A fenomenologia, ao contrário, busca uma fundamentação totalmente nova, não só da filosofia, mas também das ciências singulares.

Como aplicar o método fenomenológico?

O método fenomenológico não é dedutivo nem indutivo. Consiste em mostrar o que é dado e em esclarecer esse dado. Não explica mediante leis nem deduz a partir de princípios, mas considera imediatamente o que está presente à consciência: o objeto. Consequentemente, tem uma tendência orientada totalmente para o objeto.

O quê Husserl propõe como redução fenomenológica?

Por meio da redução fenomenológica, o mundo objetivo é colocado "entre parênteses", para se abrir à experiência tal como acontece, sem buscar distinguir o objeto percebido do objeto "em si", ou o "pensamento sobre a coisa" da "experiência sobre a coisa", mas captando o sentido que surge espontaneamente desta correlação …

O que é fenomenologia segundo Husserl?

Para Husserl, a fenomenologia é uma descrição da estrutura específica do fenômeno (fluxo imanente de vivências que constitui a consciência) e, como estrutura da consciência enquanto consciência, ou seja, como condição de possibilidade do conhecimento, o é na medida em que ela, enquanto consciência transcendental, …

Qual a proposta do método fenomenológico?

É a filosofia do inacabamento, do devir, do movimento constante, onde o vivido aparece e é sempre ponto de partida para se chegar a algo." O método fenomenológico é um esforço para ir de encontro com as experiências, sem estar permeado pelas especulações teóricas ou pressuposições sobre elas.

Qual o conceito de fenomenologia segundo Husserl?

Para Husserl, a fenomenologia é uma descrição da estrutura específica do fenômeno (fluxo imanente de vivências que constitui a consciência) e, como estrutura da consciência enquanto consciência, ou seja, como condição de possibilidade do conhecimento, o é na medida em que ela, enquanto consciência transcendental, …

Quais os principais conceitos da fenomenologia?

O princípio da fenomenologia está no conceito de intencionalidade, que significa justamente "visar alguma coisa" ou "direcionar-se a algo". Este conceito não se refere a uma finalidade, mas a direção. A consciência não é uma substância, mas um vazio, que está sempre se direcionando a algo.

Quais são as características da fenomenologia?

A fenomenologia surge na filosofia como ciência sobre a experiência que a consciência tem do mundo, a relação entre a consciência do saber humano e o mundo exterior a ela. Portanto, seu principal objetivo é investigar e descrever os fenômenos enquanto experiência consciente.

O que é a fenomenologia de Husserl?

Para Husserl, a fenomenologia é uma descrição da estrutura específica do fenômeno (fluxo imanente de vivências que constitui a consciência) e, como estrutura da consciência enquanto consciência, ou seja, como condição de possibilidade do conhecimento, o é na medida em que ela, enquanto consciência transcendental, …

Quais são as principais características da fenomenologia?

A tradição fenomenológica busca estudar as estruturas da consciência do ponto de vista da primeira pessoa. Ela tenta, portanto, desvendar quais são os limites do conhecimento sobre o fenômeno. É um estudo sistemático das figuras fenomenais, daquilo que pode ser percebido.

O que é a fenomenologia exemplos?

Fenomenologia é o estudo dos fenômenos, tal como se apresentam à consciência, deixando de lado preconceitos, suposições, teorizações ou generalizações sobre como sejam, buscando se aproximar do modo como são captados pela consciência.

Quais são os principais conceitos da fenomenologia?

A fenomenologia não busca algo além daquilo que se mostra. O fenomenólogo poderá investigar, por exemplo, o fenômeno religioso, o fenômeno moral, os fenômenos da ira, da simpatia, da imaginação, do medo, da arte, etc, etc.

Quais as características do pensamento de Husserl?

A consciência, para Husserl, é sempre intencional. O conceito de intencionalidade significa dirigir-se para ou visar a alguma coisa. Por isso a consciência é sempre intencional, já que sempre visa a algo fora de si mesma ou sempre tende para algo.

Similar Posts