Quais foram os grupos de resistência no combate ao regime ditatorial na Argentina?

Quais foram os principais grupos de resistência à ditadura militar?

Os principais grupos armados durante a ditadura no Brasil foram: Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), Vanguarda Armada Revolucionária – Palmares (VAR- Palmares) e Ação Libertadora Nacional (ALN).

Como foi o regime ditatorial na Argentina?

A Ditadura na Argentina teve início com um golpe militar no ano de 1966. O presidente Arturo Illia, que exercia o cargo legalmente dentro da constituição, foi deposto no dia 28 de junho daquele ano e a partir de então se sucedeu uma série de governos de militares até 1973.
Em cache

O que foi a resistência à ditadura?

A intensificação das oposições contra a ditadura foi uma das justificativas usadas pelos militares para endurecer o regime por meio do AI-5. Por fim, com o endurecimento do regime, a partir de 1968, uma nova forma de resistência à ditadura surgiu no Brasil: a resistência armada.

Quem liderou a ditadura na Argentina?

Generais Juan Carlos Onganía, Marcelo Levingston e Alejandro Lanusse, os três ditadores sucessivos da Ditadura Argentina.

O que foram os grupos de resistência?

Foram às ruas protestar, participar de passeatas, integraram movimentos de luta armada, distribuíram panfletos, lutaram, enfim, contra o sistema repressivo vigente naquele momento. A participação dos estudantes foi expressiva, sendo que eles constituem uma grande parte dos mortos ou desaparecidos políticos brasileiros.

Quais grupos sociais eram contra o regime?

Na verdade, a ditadura foi muito mais abrangente, pois alcançou muito um conjunto maior da população", afirmou a advogada.

  • Mulheres militantes. …
  • População negra. …
  • Comunidade LGBT. …
  • Favelas.

Por que ela contribuiu para a derrubada do regime ditatorial Argentina?

Resposta. Por que a argetina foi massacrada nesse conflito que mostrou a ineficiência do governo Militar, o que acabou derrubando o mesmo mais tarde.

Como foi o fim da ditadura militar na Argentina?

A ditadura acabou em 1983 com a economia do país em frangalhos e uma fragorosa derrota na guerra contra o Reino Unido pela posse das Ilhas Malvinas. Todos os generais integrantes das juntas militares foram julgados e condenados posteriormente pela tortura, assassinato e morte dos milhares de argentinos.

Quais são os movimentos de resistência?

Greves, ludismo e slow working são algumas das organizações coletivas criadas por trabalhadores para garantir segurança e melhores condições no ambiente de trabalho. Na história, sobram exemplos de movimentos de resistência ou enfrentamento à opressão no ambiente trabalhista.

Como foram os movimentos de resistência à ditadura militar no Brasil?

Os estudantes organizados tiveram um papel político de luta fundamental contra a ditadura militar. Foram às ruas protestar, participar de passeatas, integraram movimentos de luta armada, distribuíram panfletos, lutaram, enfim, contra o sistema repressivo vigente naquele momento.

Quais foram as consequências da ditadura militar na Argentina?

Pessoas foram mortas, torturadas e muitos ainda estão desaparecidos, algo bem semelhante ao Brasil. Acredita-se que mais de 30 mil pessoas foram mortas durante a última ditadura militar argentina. Com o fim dessa ditadura e o período de retomada da democracia, muitos pediram por justiça e condenação dos militares.

Qual foi a ditadura que mais matou na América do Sul?

Isso não ocorreu na Argentina nos anos 70. FRACASSOS ECONÔMICOS E MILITARES Além de ter sido a mais sanguinária Ditadura da região no século XX, o regime de 1976-83 foi um fracasso tanto na área militar como na esfera econômica.

Quais foram os tipos de resistência?

Resistência é a capacidade em exercer um determinado esforço, sem afetar a qualidade de um exercício, sendo ele estático ou dinâmico. Pode ser dividida em quatro tipos diferentes: a anaeróbica, a aeróbica, de força e muscular localizada.

Quais foram os movimentos de resistência?

Greves, ludismo e slow working são algumas das organizações coletivas criadas por trabalhadores para garantir segurança e melhores condições no ambiente de trabalho. Na história, sobram exemplos de movimentos de resistência ou enfrentamento à opressão no ambiente trabalhista.

Quais foram os grupos sociais que apoiaram o regime ditatorial?

Resposta: A) Os grupos que apoiaram o golpe militar no Brasil partiram da sociedade civil, e grupos como a Igreja Católica, a marcha da família, a Ordem dos Advogados do Brasil, cias de televisão e outros movimentos organizados se reuniram em massa.

Qual eram os grupos sociais?

Devido à interação social e partilha de características, os principais grupos sociais são: familiar, vicinal (vizinhança), educativo (escolas; faculdades), religioso (igrejas e demais instituições religiosas), profissional (empresas; escritórios), lazer (clubes; associações) e político (organizações ou partidos …

Qual é o regime na Argentina?

O governo da Argentina constitucionalmente a forma de uma democracia representativa, republicana e federal.

Quais são os 3 tipos de resistência?

Distinguem-se três tipos de resistência, de acordo com a duração do esforço.

  • Resistência de curta duração. Normalmente, entra em ação em esforços físicos que duram entre 45 segundos e dois minutos. …
  • Resistência de média duração. …
  • Resistência de longa duração.

Similar Posts