Declaração MEI Imposto de Renda 2018

Uma dúvida muito comum entre os microempreendedores é se eles precisam efetuar a declaração anual do imposto de renda ou declaração MEI, prestando contas a Receita Federal, pois a irregularidade e a falta de conhecimento do mesmo, pode prejudicar o andamento do seu negócio.

MEI precisa declarar imposto de renda?

O MEI se estiver dentro do limite estipulado pela a Receita Federal de R$60.000,00, precisa ser declarado o imposto de renda 2018 somente para informar a Receita o seu rendimento anual, não fazendo a incidência de pagamento algum referente a imposto ou qualquer tipo de taxa.

Sendo assim, os microempreendedores precisam ficar atentos ao prazo de envio da Declaração Anual do Simples Nacional do MEI conhecido também como DANS-SIMEI, referente ao ano anterior ao vigente.

Como fazer a Declaração MEI?

A declaração MEI é realizada de maneira online e gratuita, não se faz necessário a instalação de programa algum. Primeiramente você precisa apenas de 3 simples informações, conheça a seguir:

  • Levantamento do que foi venda e do que foi revenda de produtos ou serviços;
  • Se possui ou não um trabalhador registrado pelo o MEI;
  • Faturamento total do ano anterior.

Essas informações você consegue obter através das notas fiscais e relatórios emitidos no ano anterior ao de vigências de declaração do imposto de renda MEI 2018.

  • Primeiramente o microempreendedor terá quer acessar o sistema do simples nacional, em seguida selecione a opção “Fazer a Declaração Anual” presente na aba próximo ao SIMEI;
  • Logo na segunda página, clique na opção ‘’ Declaração Anual Simplificada para o MEI, informe o ano de base que deseja efetuara sua declaração, coloque no item correto sendo original ou ratificada, caso você tenha realizado uma correção;
  • Clique em continuar, preencha os dados conforme solicitados e pronto.
Como Fazer a Declaração do MEI
Como Fazer a Declaração do MEI

A declaração somente informativa, não se faz incidência de imposto ou taxa alguma sob o MEI.

Lembrando que o prazo se esgota as 23h 59min 59s do dia 23 de maio de 2017, atente-se aos prazos de envio da sua declaração, o não envio ou o atraso do mesmo implica em uma série de irregularidades e problemas futuros, pois com o atraso do mesmo você não consegue gerar anualmente o DAS, à qual é um documento obrigatório gerado pelo o MEI.

O MEI fica inadimplente com o portal simples nacional, além de perde alguns benefícios previdenciários, onde o MEI não consegue emitir a certidão negativa, sendo totalmente impedido de conseguir financiamentos bancários.

Está cheio de microempreendedores no mercado, porém a maioria deles não sabe como é o tramite burocrática da formalização de um MEI, por ser um microempreendedor anualmente o microempreendedor precisa enviar a declaração do imposto de renda a Receita Federal o parâmetro de envio hoje é somente informativo.

Declaração MEI
Declaração MEI

É importante verificar anualmente como anda a sua situação referente ao micro empreendedor individual, para que não fique irregular com o Simples Nacional, e não tenha problemas futuros com documentação ou qualquer outro processo burocrático, pois anualmente o MEI precisa informar todas as ações ocorrentes a Receita Federal.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Imposto de Renda MEI 2018

Uma dúvida muito comum entre os pequenos negócios é se eles precisam efetuar a declaração do imposto de renda MEI 2018, essa dúvida é importante pois pode interferir diretamente a irregularidade do negócio.

MEI precisa declarar imposto de renda?

Sim, o MEI precisa anualmente declarar os seus rendimentos a Receita Federal, esse ano o prazo de envio da declaração vai até as 23h 59min 59s do dia 31 de maio de 2017, onde deve ser enviado por meio do portal do simples nacional o DASN – SIMEI, a sigla significa declaração anual do simples Nacional referente ao ano base de 2016.

Imposto de Renda MEI 2018
Imposto de Renda MEI 2018

Declaração MEI

Sendo assim, a declaração do IRPF 2018 é realizada de acordo com os rendimentos e bens pessoais anual, o micro empreendedor pode também enviar a Receita Federal a declaração do imposto de renda MEI 2018 como pessoa física, desta forma se o total dos seus rendimentos em 2016 for maior do que o limite estipulado pela a Receita Federal, você precisará fazer a declaração anual do MEI e a declaração do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), pois uma declaração não é anual a outra, você irá realizar a sua declaração do MEI sem instalar qualquer programa da receita no seu computador e o melhor gratuitamente sem custo algum, você precisa apenas seguir algumas informações básicas.

Declaração MEI
Declaração MEI

Veja a Seguir:

  • Faturamento anual do ano anterior ao vigente;
  • Se o MEI possui empregado ou não registrado;
  • Rendimento obtido através da venda e revenda dos produtos.

Todas as informações acima você consegue através dos relatórios mensais e notas fiscais emitidas no ano de 2016.

Como declarar Imposto de Renda MEI?

Aprenda o passo a passo a seguir:

  • No próprio sistema do simples nacional, você irá selecionar a opção “cálculo e declaração”, que fica presente logo na aba ao SIMEI;
  • Na página seguinte clique na opção “Declaração Anual Simplificada para o MEI”, não esqueça de selecionar o ano (2017), isso é claro colocando na linha correta, sendo ela original ou ratificado caso seja uma correção;
  • Em seguida clique em continuar, preencha todos os dados solicitados.

O MEI não paga imposto de renda 2018 na declaração, a declaração anual tem caráter apenas informativo, desde que você esteja dentro do rendimento anual estipulado pela a Receita Federal de R$ 60.000,00, sendo assim, é importante que fique claro que não há qualquer imposto ou taxa a ser pago.

Declaração do MEI - Pessoa Física
Declaração do MEI – Pessoa Física

O prazo final de entrega da declaração anual do MEI expira as 23h 59min 59s do dia 31 de maio de 2017, caso o microempreendedor não entregue essa declaração por qualquer motivo, a mesma fica irregular, o e fica inadimplente no sistema do Simples Nacional, além de ficar impedido de emitir o DAS (documento mensal obrigatório) destinado ao microempreendedor.

Além de todo esse transtorno o MEI, pode perder alguns benefícios sociais e previdenciários, é por conta disso que o microempreeendedor fica inadimplente na Receita Federal, não podendo nem emitir ou gerar a certidão negativa, através de um inúmero transtorno o seu MEI também perde qualquer financiamento bancário.

Em caso de duvidas ligue para o número 146 Receifone

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Informe de rendimentos INSS 2018

Como de costume anualmente milhares de pessoas em todo o Brasil precisam prestar contas à Receita Federal, isso inclui os aposentados, pensionistas, e outras classes que recebem as pensões e auxílios segurados pela a Previdência Social. Veja mais sobre o Informe de Rendimentos INSS 2018 nesse artigo.

Extrato INSS para Imposto de Renda

Através do informe de rendimentos do INSS 2018 é possível que essas pessoas acompanhem todos os lançamentos dos seus benefícios e realizem através dele a sua prestação de contas a Receita Federal.

Imposto de Renda
Imposto de Renda

Como emitir o Extrato INSS – Informe de rendimentos INSS 2018

Para emitir o extrato INSS ou ver o seu informe de rendimentos INSS 2018 basta acessar o site da Previdência Social https://www8.dataprev.gov.br/SipaINSS/pages/hiscre/hiscreInicio.xhtml e informar o que se pede:

  • Número do Benefício;
  • Data de Nascimento;
  • Nome do Beneficiário;
  • CPF.
Informe de Rendimentos INSS 2018
Informe de Rendimentos INSS 2018

Como emitir o extrato do INSS na agência

Para emitir o extrato do informe de rendimentos INSS 2018 nas agências, basta se deslocar a agência mais próxima da Previdência Social, munido de toda a documentação (RG, CPF, Comprovante de Residência e o número do seu benefício), no autoatendimento ao cliente é possível realizar a solicitação de consulta.

Agência da Previdência Social
Agência da Previdência Social

Em caso de duvidas você pode entrar em contato com a central de atendimento ao cliente da Previdência Social através do número 135, a ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone fixo. Através da central de atendimento é possível esclarecer dúvidas e obter sugestões referentes ao acesso e emissão de documentos vinculados ao INSS. Esse é o canal de comunicação mais recomendado caso você tenha alguma dúvida ao decorrer do processo de emissão do seu extrato do INSS para imposto de renda.

Como emitir o Extrato INSS pela a Internet

Você pode consultar e emitir o seu extrato do Imposto de Renda 2018 de maneira rápida, simples e bem fácil, e ainda o melhor, isso pode ser feito diretamente da sua casa sem precisar se deslocar a qualquer agência da Previdência Social. A emissão pode ser realizada online, através da internet, basta o contribuinte seguir esse passo a passo:

  • É preciso que você tenha em mãos os seus documentos pessoais, tais como:
  1. RG;
  2. Nome completo;
  3. CPF;
  4. Data de nascimento;
  5. Número do seu benefício.
Extrato INSS para Imposto de Renda
Extrato INSS para Imposto de Renda
  • E pronto! Siga todas as instruções em relação ao preenchimento, que ao finalizar será apresentado na tela o seu extrato do INSS, é importante que salve uma cópia em seu computador ou dispositivo de mídia, pois você irá precisar da mesma para enviar a Receita Federal, sendo assim, a sua declaração do IRPF 2018 já fica disponível e de fácil acesso.

Outra forma de obter o seu extrato do INSS, confira a seguir:

  • Na aba “histórico de créditos”, clique na opção “fazer login”;
  • Sendo o seu primeiro acesso, você terá que efetuar um cadastro com senha;
  • É importante anotar a senha que foi gerada, pois ao entrar no sistema será sempre solicitada a mesma.
  • O próximo passo é ligar para o número 135 e validar a senha, se preferir pode ir a qualquer agência da Previdência Social, para isso não é necessário realizar um agendamento. Porém, a validação pelo o telefone é bem mais rápido e pratica.
  • Agora basta digitar o CPF e a senha cadastrada para o acesso, e pronto! Já é possível visualizar e emitir o seu extrato do INSS.
  • Os bancos também disponibilizam o serviço de consulta através do caixa eletrônico, basta colocar o seu cartão e a senha na qual recebe o seu benefício e emitir o extrato.
Extrato INSS
Extrato INSS
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Malha Fina IR 2018

Como de costume todos os anos milhares de brasileiros precisam prestar contas a Receita Federal, ao declarar o imposto de renda é natural que alguns contribuintes, principalmente os viajantes de primeira viagem cometam erros comuns de preenchimento, envio ou falta de informação na declaração do imposto de renda. Dessa forma, estão sujeitos a cair na Malha Fina IR 2018.

O que é Malha Fina IR 2018?

As vezes uma simples orientação já resolve o problema, mas quando o documento é enviado a Receita Federal e analisado pela a mesma, pode ser que a sua declaração caia na Malha Fina IR 2018.

Malha Fina IR 2018
Malha Fina IR 2018

Malha Fina IR 2018 – Como Funciona?

O processo de malha fina investiga a inconsistência ou incompatibilidades de dados na declaração do imposto de renda 2018, durante esse processo os funcionários da Receita Federal verificam os dados a fim de verificar a veracidade do processo junto a outros órgãos do Governo Federal.

Caso em sua declaração seja encontrada alguma inconsistência ou incompatibilidade de dados, o contribuinte é informado a fim de verificar a incompatibilidade e corrigi-las dentro de um prazo determinado pela a Receita Federal.

Quais fatores que levam a cair na Malha Fina IR?

Há uma série de situações que podem fazer a sua declaração do imposto cair na malha fina, confira a seguir as situações mais comuns:

  • Omissão de informações financeiras;
  • Erros no preenchimento da declaração do imposto de renda;
  • Contradição de informações financeiras apresentadas.

Por isso, é importante ficar atento (a) ao preenchimento de informações, pois qualquer erro cometido, pode fazer com que a sua declaração do imposto de renda caia na Malha Fina IR 2018.

Confira também:

Consulta Malha Fina IR 2018

Para saber se a sua declaração do imposto de renda 2018 caiu na Malha Fina, você terá que esperar até o meio do ano de 2018, que é quando o Governo Federal divulga a lista dos contribuintes retidos na malha fina, sendo assim a mesma fica disponível para consulta.

Por enquanto você só consegue consultar as informações da lista de malha fina 2017 através do portal https://cav.receita.fazenda.gov.br/eCAC/publico/login.aspx, ao entrar no portal basta informar os dados que são solicitados em tela para que você possa ter acesso completo ao seu extrato e ainda conferir como anda a sua situação perante a Receita Federal.

Consulta Malha Fina IR
Consulta Malha Fina IR

Muitas pessoas declaram o imposto de renda, mas não tem noção de como funciona, sendo assim, mensalmente o desconto do INSS é realizado em folha de pagamento. O desconto do INSS é mensal e obrigatório, o mesmo assegura ao trabalhador brasileiro em caso de acidente, afastamento ou tempo de serviço.

Em caso de dúvidas é importante entrar em contato com a Receita Federal através da central de atendimento 135, o portal é exclusivo em atendimento ao cliente, e com certeza estará pronto para sanar todas as suas dúvidas, a ligação é gratuita e pode ser realizada de qualquer telefone residencial, o atendimento funciona de segunda a sábado das 07h da manhã as 22h.

Se preferir você pode agendar o atendimento as unidades do Imposto de  Renda 2018 através do site oficial da Receita Federal http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/agendamento, é importante realizar o agendamento para garantir o atendimento.

Agendamento Imposto de Renda 2018
Agendamento Imposto de Renda 2018
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Simulador Imposto de Renda 2018

Anualmente milhares de pessoas em todo o mundo precisam prestar contas à Receita Federal, são milhares de pessoas que declaram o imposto de renda anualmente mas desconhecem a sua finalidade. O intuito do Governo Federal com o IRPF é somente de arrecadar. Todos a partir de uma faixa salarial recebem mensalmente um desconto em folha referente ao imposto de renda, esse é considerado um dos impostos mais importantes. No artigo abaixo falaremos sobre o Simulador Imposto de Renda 2018.

A Receita Federal é o órgão responsável em administrar e gerir o imposto de renda, através do mesmo todos os anos são estabelecidos os prazos de declaração do IRPF de forma que os contribuintes prestem contas à Receita Federal.

Imposto de Renda
Imposto de Renda

Programa IRPF

No próprio site da Receita Federal é disponibilizado gratuitamente uma ferramenta a qual é possível realizar toda a simulação da sua declaração do IRPF 2018, o recurso trata-se de um programa que faz a simulação automática com as alíquotas referente ao imposto, esse programa é chamado Simulador Imposto de Renda 2018.

Programa IRPF
Programa IRPF

Simulador Imposto de Renda 2018 – Como fazer?

O simulador imposto de renda 2018 pode ser realizado online, basta apenas ter acesso a internet, sendo assim, o atendimento é mais simples e fácil do que o atendimento presencial, além de não ter custo algum com o acesso e nem deslocamento até uma agência da Receita Federal.

Confira as orientações a seguir:

As alíquotas referentes ao imposto de renda são extremamente importantes para efetuar a sua declaração anual do imposto de renda. É através das mesmas que é realizado o cálculo do imposto de renda.

Acesse no próprio site o programa gratuito, o programa é autoexplicativo, basta seguir todas as orientações corretamente. Ou você pode acessar diretamente pelo quadro abaixo e realizar o cálculo Imposto De Renda 2018:

É importante prestar muita atenção ao preenchimento da sua declaração do imposto de renda para que a mesma não caia na malha fina, é recomendável a utilização do programa, pois ele ajuda bastante no preenchimento da sua declaração do imposto de renda.

O envio da declaração do imposto de renda 2018 pode ser realizado de duas formas, sendo a primeira delas completa e a segunda simplificada, no entanto ambas vão variar de acordo com o contribuinte. A decisão normalmente é tomada no decorrer do preenchimento do documento, quando os valores começam a ser deduzidos, pois o próprio sistema do IRPF é automatizado, atualizando as informações automaticamente nos campos preenchidos.

É importante ressaltar que se o contribuinte for elegível à declaração do IRPF e não a efetuar, poderá ficar com o CPF Irregular. A não-declaração ou omissão de qualquer informação a Receita Federal é crime, passível de multa se a Receita Federal comprovar a fraude. A multa aplicada pode chegar a 150% no valor do imposto que o contribuinte iria pagar, em outros casos a Receita Federal pode abrir um processo contra o contribuinte, passível a cumprimento de prisão.

Deve-se esclarecer que toda a sonegação fiscal, ou seja, a omissão financeira perante ao Governo Federal é crime, por isso são aplicados procedimentos legais sob o mesmo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Calculo Imposto de Renda 2018

Todos os anos, o contribuinte brasileiro precisa acertar as contas com a Receita Federal, através da Declaração do Imposto de Renda 2018. Porém, com a complexidade do sistema tributário brasileiro, alguns cidadãos acabam em dúvida sobre o quanto devem pagar, e por isso apresentamos a seguir como fazer o cálculo imposto de renda 2018, com calculadora detalhada das alíquotas do imposto.

Quem deve declarar o imposto de renda?

A declaração do imposto de renda é obrigatória e deve ser feita anualmente, a declaração do imposto de renda é feita por milhares de brasileiros, e é extremamente importante ficar atento aos prazos de declaração do programa. Para saber como realizar o Cálculo Imposto de Renda 2018, leia o artigo abaixo.

Imposto de Renda
Imposto de Renda

É muito importante entender, quem são as pessoas que devem realizar a declaração do imposto de renda 2018, por isso devemos verificar quais são os requisitos de participação do programa, atente-se os requisitos a seguir:

  • Pessoa física residente aqui no Brasil que recebe rendimentos superiores a R$28.559,70 anualmente no ano base;
  • Contribuintes que tenham ganhos de capital na alienação de direitos e bens, que faça incidência sujeito a incidência do imposto, ou que realizou operações na bolsa de valores ou mercadorias;
  • Contribuintes que são isentos de tributos, sendo eles retidos na fonte, cujo a soma dos valores anualmente tenha sido maior que R$40 mil reais;
  • Contribuintes que no ano anterior ao de base tiveram ganhos superiores a R$142.798,50 valor oriundo de atividade rural;
  • Contribuintes que tenham propriedade de direitos ou bens, posse, sendo eles inclusive de terra nua, de valor superior a R$ 300 mil reais;
  • Contribuintes que vieram morar no Brasil em qualquer mês do ano;
  • Contribuintes que optaram pela a isenção do imposto de renda sob o ganho de capital de venda de imóveis, cujo a venda do mesmo seja aplicado na aquisição de imóvel.

Cálculo Imposto de Renda – Como Calcular?

O cálculo imposto de renda 2018 é realizado no próprio sistema disponibilizado pela a Receita Federal, basta você fornecer as informações pedidas, e o resultado do cálculo lhe será fornecido. Ou você pode considerar o salário bruto, multiplicado pela alíquota do INSS, menos o valor de dedução por dependente, multiplicado pela alíquota do IR, menos a parcela a deduzir. E assim, também possuirá o cálculo Imposto de Renda 2018.

Confira mais no portal da Receita Federal;

Cálculo IRPF

A base de cálculo do IRPF 2018 (Imposto de Renda para Pessoa Física) é realizada a partir dos rendimentos do contribuinte, ou seja, em cima de tudo que a pessoa recebeu durante o ano, isso independente da renda, seja ela herança ou salário. As despesas também entram na base de cálculo, ao inserir as despesas o contribuinte ganha descontos no valor final do imposto de renda.

O cálculo para pessoas jurídicas, ou seja, empresas, é realizado com base no lucro obtido durante o período de um ano, sendo assim, a conta é realizada sob receita.

IRPF
IRPF

Ambos precisam anualmente prestar contas a receita federal, é extremamente importante estar atento (a) aos prazos de declaração do imposto de renda, a não declaração do IR sujeita ao contribuinte/empresa uma série de problemas e irregularidades.

A sua declaração do IR precisa estar de acordo com o banco de dados da Receita Federal, caso deixe de ser prestada alguma informação financeira, preenchimento incorreto ou incompatibilidade de informação, a sua declaração do imposto de renda 2018 pode cair na malha fina, de forma que o documento retorne para o contribuinte e o mesmo tenha um prazo para prestar esclarecimentos e comprovantes a Receita Federal.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Consulta Imposto de Renda 2018

Consulta imposto de Renda 2018 – O Imposto de Renda 2018 é um importante imposto, cobrado sobre os rendimentos dos trabalhadores. A declaração do imposto de renda é considerada obrigatório à todas pessoas que extrapolam o valor definido pelo Governo Federal. A não-declaração deste imposto pode privar o contribuinte de determinadas tarefas, como tirar passaporte, prestar concurso público ou também fazer financiamentos ou empréstimos. Porém, para quem declara o IRPF em dia, a Receita Federal disponibiliza uma ferramenta muito importante: a consulta Imposto de renda 2018.

Consulta Imposto de Renda 2018
Consulta Imposto de Renda 2018

Em alguns casos, o trabalhador que declarou o imposto de renda poderá sacar uma determinada quantia após auditória da Receita Federal. Para saber se tem direito ao valor, é necessário que esteja consultando o IRPF 2018 constantemente. Então, quer aprender a como consultar o imposto de renda? Leia o artigo abaixo.

Consulta Imposto de Renda 2018 – Como consultar o IRPF

Consulta Imposto de Renda 2018A consulta ao imposto de renda 2018 é essencial caso saber se possui direito à restituição do imposto de renda. Apenas por meio desta plataforma de consulta é possível se informar à respeito desse direito destinado aos contribuintes da Receita Federal. Uma das grandes vantagens em usar esta plataforma é a facilidade de manuseio. Isto porque a ferramenta foi pensada para atender a todos os tipos de públicos, desde os mais leigos até os mais experientes.

Portanto, você não deverá ter dificuldade em realizar sua consulta IRPF 2018, contanto que siga todas as instruções corretamente. A consulta ao IRPF se resume aos seguintes passos:

Consulta Imposto de Renda 2018
Consulta Imposto de Renda 2018

A primeira informação requerida é o número do seu cadastro de pessoa física, também conhecido pela sigla CPF. A sequência numérica deverá ser digitada completa, inclusive com o dígito verificador. Não é necessário colocar pontos ou traços, o sistema já se encarrega de separar corretamente.

Fique por dentro do IRPF 2018:

O segundo ponto pede que selecione o ano de consulta ao imposto de renda. É possível realizar a consulta IR 2018 de 1999 até 2017.

O terceiro dado pede a data de nascimento do contribuinte. Nesse caso, é preciso que digite o dia e mês com dois algarismos e o ano com quatro.

Consulta Online Imposto de Renda
Consulta Online Imposto de Renda

Por fim, o contribuinte deverá digitar os caracteres que estão sendo exibido numa imagem. Esses caracteres são misturados entre letras e números. Geralmente, a imagem é constituída por seis caracteres. Esse processo evita que a consulta ao IR seja realizada por programas automáticos (conhecido como robôs), prejudicando o uso da plataforma pelos demais contribuintes.

  • Por fim, o contribuinte deverá clicar no botão ‘consultar’. Caso todas as informações estejam completas, você será redirecionado rapidamente à página de consulta às restituições do IRPF 2018.

Quem deve declarar o Imposto de renda 2018?

Quem deve declarar o imposto de rendaÉ importante que o contribuinte entenda quem precisa declarar o imposto de renda 2018. Assim, você pode saber quais os requisitos que tornam um contribuinte obrigado a realizar a declaração de ajuste anual do imposto de renda.

Confira a seguir os requisitos para tornar-se uma pessoa um contribuinte para a Receita Federal. Veja quem precisa declarar o IRPF 2018:

  • Quem residia em outro país, mas passou à condição de residente no Brasil;
  • Pessoas físicas com rendimentos tributáveis acima de R$ 28.123,91 em 2017;
  • Pessoas físicas com rendimentos não tributáveis acima de R$ 40.000,00 em 2017;
  • Pessoas físicas com posses de bens de direitos (imóveis, terrenos, veículos, etc) com valor superior a R$ 300.000,00;
  • Pessoas que realizaram operações na bolsa de valores ou no comércio de capitais;
  • Pessoas com receita bruta da atividade rural superior a R$ 140.619,55;
  • Quem optou pela isenção do imposto de renda da venda de imóveis residenciais, em que o valor venal tenha sido usado para aquisição de outro imóvel residencial, localizado no Brasil.

Os dados mencionados acima foram retirados do Portal da Receita Federal, atualizados para o Imposto de Renda 2018. Nem todas as pessoas, entretanto precisam pagar o imposto de renda, confira se você pode solicitar a isenção do imposto de renda, de acordo com as regras estabelecidas pela Receita Federal.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Isenção Imposto de Renda 2018

O Imposto de Renda 2018 é um tributo cobrado pela Receita Federal a todos os brasileiros. O IRPF é de caráter obrigatório e possui o objetivo de arrecadar valores para serem investidos em setores como educação, infraestrutura e no pagamento dos benefícios sociais. Não declarar o imposto de renda pode acarretar em inúmeros problemas ao cidadão. Por isso, é importante ficar bem atento a todas informações que são noticiadas sobre o IRPF 2018. Embora seja obrigatório, uma parte dos brasileiros tem direito à isenção Imposto de Renda 2018.

Isenção Imposto de renda 2018
Isenção Imposto de renda 2018

Isto porque seus rendimentos no ano-base não excederam o limite máximo definido pelos órgãos competentes. Então, quer saber um pouco mais sobre como funciona a isenção ao imposto de renda 2018? Leia o artigo abaixo.

Isenção do Imposto de Renda 2018

O Imposto de Renda 2018 é um valor anual descontado da renda do trabalhador. O valor a ser descontado é definido, também de forma anual, pela Receita Federal e Governo Federal. Embora muitos não saibam, o imposto de renda também é válido para pessoa jurídica, ou seja, empresas. Só que no caso do imposto de renda de pessoa física, muitos dos contribuintes são totalmente isentos.

Quem é isento do Imposto de Renda 2018?

Quem é isento Imposto de Renda 2018Caso queira ser isento do imposto de renda 2018, o contribuinte deverá se encaixar nessas diretrizes definidas pela Receita Federal.

  • Pessoas com rendimento mensal inferior ao valor de R$ 1.999,18;
  • Pessoas que possuem mais de R$ 300.000,00 avaliados em bens e direitos (automóveis, imóveis, terrenos, etc), sendo que uma parte do patrimônio é pertencente ao companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;
  • Pessoa declarada dependente de outra. No entanto, ela ainda deve declarar seus rendimentos e bens no imposto de renda;
  • Aposentado que possuem mais de 65 anos de idade e sobrevivem de forma exclusiva do seu benefício.

Confira também quem não é isento e quem deve declarar o imposto de renda 2018.

Quem tem direito a Isenção do Imposto de Renda 2018

Quem tem direito à isenção do Imposto de Renda 2018Além das pessoas que se adequam aos critérios acima, você também pode pedir a isenção do imposto de renda 2018 caso tenha alguma enfermidade grave, como:

  • AIDS;
  • Alienação mental;
  • Tuberculose ativa;
  • Cardiopatia grave;
  • Paralisia incapacitante e irreversível;
  • Cegueira;
  • Neoplasia maligna;
  • Contaminação sofrida por radiação
  • Nefropatia e hepatopatia grave;
  • Doença de Paget em estado avançado;
  • Hanseníase;
  • Doença de Parkinson;
  • Fibrose cística;
  • Esclerose múltipla;
  • Espondiloartrose anquilosante.

Veja também quem precisa fazer a declaração do imposto de renda 2018, e confira

Alíquotas do imposto de Renda 2018

Alíquotas Imposto de Renda 2018Para tirara de vez a dúvida de quem é isento do imposto de renda 2018, confira abaixo a tabela do imposto de renda 2018, com os valores de alíquotas de pagamento do IRPF. A tabela de pagamentos do imposto é divulgada anualmente pela Receita Federal Brasileira através de seu portal oficial.

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 22.847,76
De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

Confira a tabela completa do Imposto de renda 2018 – Veja quem pode pedir a isenção do IRPF.

Como solicitar a isenção do imposto de renda 2018

Embora muitos saibam que são isentos do imposto de renda, boa parte não sabe como comunicar à Receita Federal. Isto porque, como o IRPF, envolve uma gama de assuntos, a mídia muitas vezes não noticia como solicitar essa isenção.

Portanto, caso queira ser dispensado da declaração ao IRPF 2018, você deve ir até o site do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão pelo seguinte link (http://www.planejamento.gov.br/assuntos/orgaos-extintos/formularios/formulario-de-requerimento-de-isencao-de-imposto), realizar o download do documento chamado de “Requerimento de Isenção de Imposto de Renda”, preencher todas as informações e endereçar à Receita Federal.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votes, average: 4.00 out of 5)
Loading...

Tabela Imposto de Renda 2018

No início de cada ano, os brasileiros têm que se atentar a uma série de assuntos que podem afetar a sua vida. O Imposto de Renda é um desses assuntos que os contribuintes devem estar sempre atentos, seja por meio da internet ou noticiário no rádio ou televisão. Isto porque o Imposto de Renda 2018 é um valor cobrado a todos os trabalhadores que excederam um valor mínimo de rendimento no ano-base. Além dos prazos a respeito do envio do imposto de renda, os contribuintes devem se atentar a outro assunto relativo: a tabela imposto de renda 2018. Quer saber o porquê? Leia o artigo abaixo.

Tabela Imposto e renda 2018
Tabela Imposto e renda 2018

Tabela Imposto de Renda 2018

O Imposto de Renda é uma ferramenta de recolhimento de investimentos para educação, saúde e infraestrutura do País. Portanto, logo envolve milhares de assuntos. Essa ampla gama de informação a respeito de um imposto gera um pouco de dúvidas nos contribuintes que não possuem tanta experiência em declarar o imposto de renda.

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 22.847,76
De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

Um dos assuntos ao qual os contribuintes possuem mais dúvida é a respeito da serventia da tabela do imposto de renda. No entanto, não há motivo para ter dor de cabeça. A tabela do Imposto de Renda 2018 é uma ferramenta na qual os contribuintes podem realizar a consulta as alíquotas referentes ao imposto daquele ano. O contribuinte deve sempre se atentar ao fato de que a base de cálculo é sempre a remuneração recebida pelo trabalhador, isto porque os critérios para aplicação de alíquotas se diferem.

Portanto, tenha mente que as alíquotas mudam de acordo com o salário recebido pelo trabalhador. Essa informação é fundamental no momento da elaboração da sua declaração do imposto de renda 2018.

Cronograma Imposto de Renda 2018

Cronograma Imposto de renda 2018A Receita Federal do Brasil já divulgou o Cronograma do Imposto de Renda 2018, com o prazo para o contribuinte fazer a declaração de IR 2018. É fundamental que o contribuinte que se enquadre nas regras de obrigatoriedade para declaração não perca os prazos, pois caso contrário, será obrigado a pagar uma multa que pode a chegar a 50% do valor do Imposto devido.

Confira abaixo o calendário do imposto de renda 2018, com o cronograma completo da declaração do IRPF:

Data

Evento

20/01/2018 Serão disponibilizados os programas auxiliares no portal da receita federal, para Carnê Leão 2018 e Ganho de Capital.
23/02/2018 Será disponibilizado o programa gerador da Declaração do Imposto dobra a Renda de  Pessoa Física 2018 (DIRPF 2018) para download no endereço da RFB.
02/03/2018 Receita começa a receber a declaração da DIRPF 2018.
02/03/2018 São disponibilizadas as declarações da m-IRPF e pré-preenchida.
28/04/2018 Fim do prazo de entrega do DIRPF 2018

Confira a página de download dos programas do Imposto de Renda nesse link.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2018

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2018Segundo dados da Receita Federal Brasileira, A declaração do imposto de renda 2018 deve ser feita por todos os cidadãos que se enquadram acima do piso de isenção do IRPF 2018. Confira abaixo quem precisa declarar o IRPF 2018:

  • Quem realizou operações financeiras na bolsa de valores, ou de compra e venda de capital estrangeiro;
  • Quem tem bens (casas, carros, terras, etc) cujo valor de venda totalizem acima de R$300.000,00;
  • Quem teve rendimentos não tributáveis, no ano anterior, cujo valor superasse R$ 40.000,00;
  • Quem teve rendimentos tributáveis durante o ano de 2017, cujo valor superasse a faixa de R$ 28.123,00. Acima dessa faixa, o pagamento de imposto de renda será obrigatório.

Saiba mais sobre o assunto: Imposto de Renda 2018 – Quem deve declarar.

A declaração do IRPF 2018 deverá ser feita através da Declaração de Ajuste Anual de imposto de Renda de Pessoa física, a DIRPF.

A declaração do imposto de renda precisa ser feita dentro do prazo do cronograma do imposto de renda 2018. Caso o cidadão perca a data de entrada do IRPF, terá de pagar uma multa pesada, cobrada pela Receita Federal.

Para mais informações sobre a declaração de ajuste anual, e conferir o portal da Receita Federal, e tirar suas dúvidas sobre quem precisa declarar o imposto de Renda 2018.

Consulta Tabela do Imposto de Renda 2018

Consulta Imposto de Renda 2018Anualmente, a Receita Federal por meio do seu site oficial atualiza os valores relativos a tabela. Por isso, é recomendado que fique bem atento à página de consulta a tabela imposto de renda 2018. Lá você poderá ter uma ideia de todos os valores cobrados, parcelas deduzidas e também a porcentagem da alíquota. Além da tabela do imposto de renda referente ao ano de 2018, é possível consultar as tabelas relativas aos anos anteriores.

A tabela imposto de renda relativa ao ano de 2018 ainda não está disponível para consulta. No entanto, com a aproximação do período de envio da declaração do imposto de renda 2018, os órgãos competentes já estão se organizando para realizar sua divulgação. Assim que a nova tabela do IRPF 2018 for divulgada no Diário Oficial da União (DOU), a Receita Federal irá divulgar em seu site, assim como os vários portais de notícias.

Está com alguma dúvida sobre a tabela do imposto de renda 2018? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Declaração Imposto de Renda 2018

Estar informado acerca da declaração do imposto de renda é essencial para que evite dores de cabeça futuramente. Isto porque trata-se de um imposto obrigatório a todos os brasileiros que se encaixam em determinadas diretrizes da Receita Federal. Portanto, embora seja um pouco complicado entender todos os processos envolvendo a declaração, é importante que se esforce para conseguir compreender boa parte dele. Por isso, pensando nesse público, fizemos um artigo completo explicando boa parte dos processos envolvendo a declaração do imposto de renda 2018. Leia abaixo para saber mais!

Declaração de Imposto de Renda 2018
Declaração de Imposto de Renda 2018

Declaração do Imposto de Renda 2018

Declaração Imposto de Renda 2018O Imposto de Renda 2018 é um valor descontado do rendimento do trabalhador. Este valor é repassado ao Governo Federal, por meio da Receita Federal, o órgão que regulamenta e administra o IRPF 2018 em território nacional. Embora seja obrigatório a todos os brasileiros, muitas pessoas podem ficar de fora da declaração do imposto de renda. Isto porque para realizar a declaração é preciso que se encaixe em algumas diretrizes definida pela Receita.

Embora muitas pessoas não saibam, também existe o Imposto de Renda voltado para empresas. No entanto, ele é denominado de Declaração de Ajuste Anual, também conhecido pela sigla DIRPF.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2018

Quem deve declarar o imposto de rendaComo citei acima, para declarar o imposto de renda 2018 é necessário que esteja dentro das diretrizes da Receita Federal.

  • Pessoas físicas que residem no Brasil que receberam rendimentos tributáveis maior que a quantia de R$28.123,91 no ano-base.
  • Quem teve ganho de capital pela alienação de direitos ou bens, sujeito a taxação de imposto, ou fez operação em bolsas de mercadorias, valores ou similares.
  • Os contribuintes que passaram a ter rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte, com soma superior ao valor de R$40 mil, no ano-base.
  • Pessoa com posse ou propriedades de bens ou direitos (inclusive terra nua) no valor superior a R$300 mil.
  • Pessoa que obteve uma receita bruta no valor superior a R$140.618,55 originário de atividade rural.
  • Contribuintes que passaram a ser residente no Brasil, em qualquer período do ano-base.

Caso não se adeque a nenhum dos pontos acima, você estará isento da declaração do IRPF 2018.

Veja também: como emitir o extrato INSS para o imposto de renda 2018.

Data da Declaração do Imposto de Renda

Os prazos para declaração do Imposto de Renda 2018 já foram divulgados. O anúncio ocorreu mais cedo para que todos os contribuintes já pudessem ir agilizando todas as documentações necessárias para realizar a declaração do IRPF 2018. Então, foi definido que o prazo de entrega do imposto começará no dia 2 de março e se estenderá até 28 de abril.

Portanto, os contribuintes terão 57 dias para enviar a sua documentação. Os programas necessários para a elaboração do imposto de renda serão disponibilizados para download previamente. A partir do dia 23 de fevereiro, todos os softwares já estarão disponíveis no site da Receita Federal.

Está com alguma dúvida sobre a declaração do imposto de renda 2018? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...